Home Notícias Berinjela Bt facilita o manejo na lavoura de pequenos produtores em Bangladesh

Notícias

Berinjela Bt facilita o manejo na lavoura de pequenos produtores em Bangladesh

A berinjela Bt é uma variedade transgênica resistente a insetos. Essa resistência foi obtida graças à introdução de um gene do microrganismo do solo Bacillus thuringiensis. Vindo daí o nome Bt. Um novo estudo, que compara variedades de berinjela Bt a outras não transgênicas, confirmou que o gene Bt confere proteção quase total contra a broca da berinjela (Leucinodes orbonalis).

Esse inseto é a praga mais prejudicial à cultura, podendo causar até 86% de perdas nas lavouras em Bangladesh. A nação asiática é a única em que a versão modificada do vegetal está disponível comercialmente. Para confirmar a eficiência da tecnologia, uma equipe de pesquisadores desse país e da Universidade de Cornell (EUA) realizou testes no distrito de Bogra. Os resultados foram publicados na revista científica PLoS Onepaper no fim de 2018.

“A broca da berinjela não pode ser bem controlada, mesmo com pulverizações constantes de inseticidas”, disse um dos autores do estudo, Dr. M.Z.H. Prodhan. Em entrevista à Cornell Alliance for Science ele completa: “Este estudo demonstra que as plantas Bt, por outro lado, oferecem controle eficaz do inseto. O próximo passo é verificar a eficiência dessa tecnologia para controlar pragas secundárias, a exemplo das moscas-brancas”, acrescenta o pesquisador.

A berinjela Bt traz ganhos econômicos aos produtores 

 

A berinjela (Solanum melongena) é popular em toda a Ásia. Para evitar perdas com a broca, os agricultores dependem principalmente de aplicações frequentes de inseticidas. Por meio da biotecnologia, foi possível desenvolver variedades capazes de resistir ao ataque de insetos. Por conta do legume ser especialmente importante para a alimentação da população de Bangladesh, o país foi o primeiro a desenvolver e aprovar uma variedade de berinjela transgênica resistente a insetos, ainda em 2013.

Os estudos com a berinjela Bt mostram que a versão transgênica da planta apresenta infestação mínima de broca em comparação com as não-Bt. Além disso, uma análise econômica revelou que todas as variedades Bt tiveram maiores retornos financeiros do que as não-Bt. Isso é devido, em grande parte, à economia com inseticidas que os agricultores que optam pelas plantas transgênicas conseguem fazer. Sem contar que, com a redução do uso de inseticidas, uma quantidade estatisticamente semelhante de insetos não-alvo, incluindo os benéficos, foi observada tanto nas variedades Bt como nas não-Bt.

Juntos, esses estudos indicam que as quatro variedades de berinjela Bt de Bangladesh são extremamente eficazes no controle da broca. Além disso, proporcionam maiores retornos econômicos do que as não-Bt.

Berinjela Bt promove sustentabilidade agrícola 

 

No sul da Ásia, a berinjela é uma cultura economicamente e culturalmente importante. O governo de Bangladesh aprovou, em 2013, quatro variedades de berinjela Bt; e elas foram distribuídas, pela primeira vez, a 20 agricultores em quatro distritos no início de 2014. Isso tornou Bangladesh pioneira no mundo em permitir o cultivo comercial de berinjelas geneticamente modificadas. Desde então, a adoção aumentou consideravelmente. A tecnologia é agora cultivada por mais de 27.000 agricultores em todos os distritos do país.

“Este estudo confirma que a berinjela Bt pode realmente ajudar a reduzir o uso de inseticidas em Bangladesh”, confirma Anthony Shelton, entomologista da Universidade de Cornell, um dos autores do estudo. “Nossa expectativa é que a berinjela transgênica alcance seu objetivo principal, melhorar o ganho econômico de pequenos agricultores em países em desenvolvimento, contribuindo para a redução da pobreza e para a preservação do meio ambiente”, observou Shelton.

O estudo também conta com o apoio da Parceria de Melhoria de Berinjela da Ásia do Feed the Future, que recebeu uma doação de 4,8 milhões de dólares da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O projeto tem foco em promover a produtividade agrícola e a sustentabilidade entre os pequenos agricultores.